quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Auxiliares da Marcha - Muletas, bengala e andador.

Ultimamente, venho atendendo vários pacientes pós operados de fraturas na perna, tornozelo e afins, com limitação de marcha, usando muletas e robofoot. Esses pacientes tem muitas dúvidas (e algumas dificuldades) sobre como utilizar as muletas corretamente em diferentes situações. Pensando nisso decidi escrever esse post e fazer uma explanação a respeito dos auxiliares de marcha. São eles: muletas, bengalas e andador.

Se você alguma vez quebrou a perna ou um osso do seu pé; foi submetido a cirurgia no seu membro inferior ou sofreu um derrame, você pode ter tido a necessidade do uso de muletas, bengala ou andador. No início, tudo que se faz parece ser difícil, mas com algumas dicas e um pouco de prática, você vai ganhar confiança e vai aprender a usar seu meio de auxílio de marcha com segurança.

Muletas

Se uma lesão ou procedimento cirúrgico o obriga a manter seu peso fora da perna e do pé, você deve usar muletas. A extremidade superior da muleta deve estar de 2 a 3 cm abaixo da axila, com você em pé. As manoplas (local onde segurar) das muletas devem estar no mesmo nível da parte superior do seu quadril. Seus cotovelos devem estar levemente flexionados quando as mãos seguram as manoplas. Pressione a extremidade superior das muletas contra a parte lateral do tórax, e use suas mãos para absorver o peso. Não deixe que as muletas pressionem contra suas axilas.

Andando: incline levemente para frente e coloque suas muletas aproximadamente 30cm à sua frente. Inicie o passo como se você fosse pisar com a perna lesada, mas desloque o peso para as muletas ao invés da perna lesada. Seu corpo balança para frente entre as muletas. Termine o passo normalmente com sua perna não lesada. Quando sua perna não lesada estiver apoiada no chão, coloque suas muletas para frente em preparação para o próximo passo. Mantenha atenção em onde você está andando e não no seu pé.

Sentando: Coloque a perna lesada à sua frente e ambas muletas em uma das mãos. Use a outra mão para sentir o assento da cadeira. Lentamente abaixe-se até o assento. Coloque suas muletas com as pontas para cima em uma localização de fácil acesso (as muletas tendem a cair quando colocadas em pé sobre suas pontas). Para ficar em pé, desolque seu corpo para a parte anterior do assento. Segure ambas muletas na mão do lado da perna normal. Faça força para ficar em pé sobre a perna normal.

Escadas: para subir ou descer escadas com muletas, você precisa ser forte e flexível. Olhando de frente a escada, segure o corrimão com uma das mãos e coloque ambas muletas sob a axila do outro lado. Se você estiver subindo a escada, inicie com a perna boa, mantendo a perna lesada para trás. Quando estiver descendo, mantenha a perna lesada na sua frente e desça cada degrau com sua perna boa. Desça um degrau de cada vez. Você pode precisar de ajuda de alguém, pelo menos nas primeiras vezes. Se você estiver frente a uma escada sem corrimão, use as muletas sob os dois braços, e suba ou desça a escada, um degrau por vez, usando sua perna boa. Será necessário mais força. Outra forma fácil é sentar na escada e levar o corpo para cima ou para baixo cada degrau. Comece sentando no degrau mais baixo com sua perna lesada à frente. Segure ambas muletas com a mão oposta, apoiadas na escada. Suba a nádega para o próximo degrau usando a mão livre e a perna boa como suporte. Vire para a mesma direção quando for descer a escada.


Bengalas


Você pode achar útil usar a bengala quando tiver problema de equilíbrio ou instabilidade, fraqueza nas pernas ou tronco, lesões ou dor. Se você for idoso, uma bengala de ponta única pode auxiliá-lo a manter uma vida independente. A extremidade superior da bengala deve ficar ao nível do punho, com você na posição em pé. Seu cotovelo deve dobrar um pouco para segurar a bengala. Segure a bengala na mão oposta ao lado que necessita suporte. Quando andar, a bengala e sua perna lesada balançam e apóiam no solo ao mesmo tempo. Para começar, posicione a bengala um pouco a frente e inicie a marcha com sua perna lesada. Termine o passo com sua perna normal. Para subir escada, segure o corrimão (se possível) e suba o degrau primeiro com a perna boa, com a bengala na mão oposta à perna lesada. Então leve a perna lesada degrau acima. Para descer a escada, primeiro posicione a bengala no degrau, então apóie a perna lesada e finalmente a perna boa, que suporta o peso do corpo.


Andador

Se você tem uma artroplastia total do quadril ou do joelho, ou você tem outro problema significante você pode necessitar de mais auxílio no equilíbrio e marcha que com as muletas ou bengala. Um andador com quatro apoios no solo pode dar mais estabilidade. Ele permite que você retire todo ou parte do peso dos membros inferiores durante a marcha. A parte superior do andador deve estar na altura das pregas do seu punho com você em pé. Não tenha pressa quando usa um andador. Conforme sua força e resistência melhorem, você gradualmente conseguirá pôr mais peso nas suas pernas.

Primeiro coloque o andador mais ou menos um passo a frente, certificando-se que as pernas do andador estejam bem apoiadas no solo. Com as duas mãos segure firmemente o andador e ande para dentro dele, pisando de leve com a perna lesada. Toque de leve o calcâneo da perna lesada primeiro, então aplaine o pé e finalmente os dedos, completando o passo com sua perna boa. Não se posicione muito na frente do andador. Faça pequenos passos quando fizer curvas. Para sentar vá para trás até suas pernas tocarem a cadeira. Palpe até sentir o assento antes de sentar. Para sair da cadeira, levante e segure o andador. Tenha certeza que as pernas o andador estejam com protetores de borracha em bom estado. Nunca tente subir escada ou escada rolante com o andador.


Outras informações gerais para quem usa apoio dentro de casa incluem:

• remova tapetes, fios elétricos, líquidos derramados e qualquer outra coisa que possa fazer você cair.
• no banheiro, use tapetes antiderrapantes, barras para segurar, assento elevado e cadeira no chuveiro.
• simplifique sua casa para manter as coisas que necessita em local de fácil acesso e todo o resto fora do caminho.
• use mochila, sacolas, aventais ou maletas para ajudar a carregar coisas.
• por vezes as muletas atritam com a pele entre seu braço e peito. Você pode usar loção ou talco para prevenir escoriações.
• se as suas mãos ficarem machucadas ou cansadas, você pode colocar mais estofamento nas empunhadeiras da muleta.
• certifique-se de não se apoiar nas muletas pressionando-as contra as suas axilas.
Com essas dicas ficará mais fácil e seguro utilizar bengalas, muletas e andador.

37 comentários:

  1. Estou cada vez mais confusa,pois cada site diz uma coisa!Pedi orientação à fisioterapeuta que me atende e ela disse que tem que usar a bengala do lado da perna doente.E aqui diz para usar do lado oposto?!Como vou pisar com a perna doente sem ajuda da bengala?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O correto é usar a bengala do lado da perna BOA! Porque você vai distribuir o seu peso de forma mais eficaz e com mais equilíbrio. Se você usar do lado da perna ruim você vai jogar todo o seu peso para aquele lado. Faça o teste e perceba.

      Excluir
    2. Olá Paula,
      Você está enganada quanto a isso. O correto é usar a bengala no lado contrário à lesão.
      Conforme já postado aqui anteriormente todas as informações foram retiradas de artigos de referência na área. Sugiro que você dê uma olhada nos links abaixo e reveja seu conceito quanto a isso para caso seja da área poder indicar corretamente o uso aos pacientes e ter informação de qualidade a respeito do assunto.
      Espero ter ajudado. Agradeço o comentário no blog.
      Att.

      http://orthoinfo.aaos.org/topic.cfm?topic=a00181

      http://physicaltherapy.about.com/od/devicesandorthotics/qt/WalkingwaCane.htm

      http://www2.hu.usp.br/wp-content/uploads/2010/10/bengalaandadoremuleta.pdf

      http://www.grupodojoelho.com.br/bengalas_2005/auxiliares_marcha.pdf

      Excluir
    3. Olá Paula Ferreira,
      Gostaria de me redimir quanto ao erro ocorrido acima.
      Não havia me dado conta que falamos a mesma coisa de maneira diferente. Eu, sem perceber, achei que você tivesse dito o contrário, conforme o comentário anteriormente publicado.
      Peço desculpas pelo ocorrido.
      Atenciosamente.

      Excluir
  2. As informações postadas aqui foram retiradas de artigos de referência em ortopedia. São orientações a respeito da maneira correta de se utilizar os dispositivos auxiliares de marcha. A bengala deve estar do lado contrário ao da perna lesada e o passo inicial deve ser dado com a bengala e a perna lesada ao mesmo tempo para se ter o apoio correto. Parece difícil mas é uma questão de treino e confiança. Espero ter ajudado em sua dúvida. Boa sorte.

    ResponderExcluir
  3. Boa noite doutora. Por favor, tire uma duvida minha, pois hoje na minha fisioterapia eu observei que um rapaz que tinha feito uma cirurgia
    de lca estava usando a muleta do lado lesado. Mais eu falei que estava errado, pois tem de usar A muleta no lado contralateral da lesão.
    a minha fisioterapeuta não acredito, ninguém acreditou, pois todos diziam tem de usar as muletas do lado lesado, pois é a única lógica.
    pois eu quero saber qual e o lado correto para se usar uma Muleta do lado lesado ou do contrário?
    Quais as conseqüências de se usar a muleta de forma errada?
    Se a sua resposta for do lado lesado. Por quê? Agradeço dês de já.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou apenas uma estudante do 2º ano de fisioterapia mas o que aprendi é que a canadiana ou ate a bengala, usam-se no lado oposto ao membro lesado e a marcha efectua-se avançando 1º a bengala e o membro lesado, fazendo o suporte no braço e não na perna, depois entao avança-se a perna nao lesada.

      Excluir
    2. Correto Carina, é assim mesmo que deve ser, mas infelizmente alguns profissionais ensinam errado e com isso muitas pessoas aprendem errado, daí fica mais difícil fazê-los entender a maneira certa de usar bengala.
      Obrigada pelo comentário. Espero que tenha gostado do blog e participe mais vezes.

      Excluir
  4. O correto é usar as duas muletas e não apenas uma, mas durante a reabilitação nos vemos nessa situação diversas vezes, pois o paciente tem medo de largar as muletas de uma vez então continua usando uma e às vezes do lado errado. O correto é usar bengala sempre do lado contralateral ao da lesão ou prótese, pois só assim a marcha ocorrerá da maneira correta, conforme escrito neste post. Espero ter ajudado. Agradeço pelo comentário e pela visita ao blog.

    ResponderExcluir
  5. Uau parabéns pelo Blog, estou aqui estudando para minha prova prática de órtese e agora pude entender mais claramente como lidar sobre a melhor maneira da utilização destes, obrigada . Me ajudou muito ..

    ResponderExcluir
  6. Muito obrigada pelo comentário e elogio ao blog. Fico feliz em poder ajudar e conseguir esclarecer sua dúvida. Se quiser seguir o blog e receber as postagens por email fique a vontade. Seja bem vinda!

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pelo blog, eu o indico aos meus alunos e pacientes!!! Sucesso

    ResponderExcluir
  8. Obrigada pelo elogio ao blog Leticia.
    Fico feliz que você o indique aos seus alunos e pacientes. É assim que conseguimos disseminar conhecimento.
    Caso queira seguir o blog e receber as postagens por email, fique à vontade.
    Seja bem vinda!
    Abraços

    ResponderExcluir
  9. Muito bom o blog.. logo se ver q é bem explicativo e os assuntos tem embasamento teórico.. Parabéénns pelo trabalho..Acompanho desde já. hehehehe

    ResponderExcluir
  10. Obrigada pelo comentário elogioso.
    Fique à vontade para participar e comentar.
    Atenciosamente.

    ResponderExcluir
  11. Olá Beatriz..tu e a Paula Ferreira em 24 de fevereiro de 2013 16:27 falaram a MESMA coisa, só que de maneira diferente, observe..ela disse: "O correto é usar a bengala do lado da perna BOA!" e tu disse: "O correto é usar a bengala no lado contrário à lesão."; ou seja, as DUAS quiseram dizer a MESMA coisa!! Mais atenção ao Português. Mas de qualquer forma o blog serve para dar uma relembrada ao pessoal! Valeu

    ResponderExcluir
  12. Boa noite,
    Corretíssimo! Eu me equivoquei e acho que ninguém havia percebido o erro até o momento, nem mesmo eu.
    Estou tão acostumada com as pessoas confundindo a maneira de usar a bengala e me perguntando se é para usar do lado lesado que nem percebi o ocorrido. A Paula Ferreira está correta sim. Sinto muito pelo erro. Muito obrigada pela correção! Fique à vontade para explorar o blog e comentar.
    Atenciosamente.

    ResponderExcluir
  13. Muito Obrigada, Beatriz pelas Dicas, De Como usar a Bengala, Corretamente ! Para Mim Foi De Muita, Utilidade Todas as Dicas ! Pois Acho que eu Não estava, usando Corretamente, a Bengala que eu Utilizo, Como Apoio.
    Valeu ! me Ajudou Muito , Parabéns !

    ResponderExcluir
  14. Olá Claudio,
    Obrigada pelo comentário.
    Fico feliz que o post tenha sido útil à você. Assim como você, muitas pessoas tem dificuldade ou não são bem orientadas quanto ao correto uso de dispositivos auxiliares de marcha, como bengala e muleta.
    Esta é a real intenção do blog: informar, orientar, conscientizar. E pelo visto está cumprindo seu papel.
    Fique à vontade para explorar o blog, comentar os posts e se tonar um seguidor.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  15. Qual perna coloco na frente quando tiver utilizando o andador? Pedro_ são paulo

    ResponderExcluir
  16. Boa noite Pedro,
    Obrigada pelo comentário no blog.
    Embora você não tenha informado o motivo pelo qual usa andador, você deve primeiramente colocar o andador mais ou menos um passo a frente, dar o passo primeiro com a perna lesada e terminar com a perna boa, tomando o cuidado de dar pequenos passos para não perder o equilíbrio.
    Espero ter ajudado. Caso tenha mais dúvidas estou à disposição.
    Atenciosamente.

    ResponderExcluir
  17. Boa tarde.
    Fiz cirurgia do tornozelo ha 16 dias.
    Ontem, tirei os pontos e o medico me autorizou a usar robofoot por mais 30 dias, sem pisar no chao. Tentei usar muletas, nao consegui. Estou usando andador, porem sinto dores no joelho e coxa da perna boa. Pergunto: essas dores seriam em funcao do andador? Obrigado e parabens pelo blog de utilidade publica. Mario — Curitiba

    ResponderExcluir
  18. Boa noite Mario,
    Obrigada pelo comentário e elogio ao blog.
    Você não informou sua idade nem o motivo pelo qual não conseguiu usar as muletas, mas em pacientes adultos/jovens priorizo o uso de muletas, mesmo que precise de um pouco mais de esforço/treino. Mas já que você está usando o andador acredito que deva ter sido orientado para isso.
    Se você nunca apresentou dores na perna "boa", pode ser que você esteja sobrecarregando essa perna com uma maior descarga de peso e por isso as dores tenham aparecido. É importante usar corretamente o andador para auxiliar a marcha a fim de evitar possíveis compensações posturais e consequentemente dor. Sugiro que você converse com seu fisioterapeuta e peça mais orientações quanto a maneira correta de andar, além de realizar exercícios para fortalecer essa musculatura que está sendo muito usada.
    Espero tê-lo ajudado. Qualquer dúvida estou à disposição. Boa reabilitação.
    Atenciosamente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara Bia.
      Boa noite!!!
      Tenho 53 anos, meu medico ainda nao me recomendou iniciar fisioterapia.
      Nao posso colocar peso sobre o tornozelo operado por msis tres semsnas.
      Qto a dor na perna boa, creio que e em funcao de colocar todo meu peso sobre ela.
      Tenho pouca forca nos bracos e porisso nao me acostumei com as muletas e venho sofrendo com o andador, apesar de estar dentro de meu peso, mas creio que o sedentarismo levou—me a ter pouca forca muscular.
      Agradeco sua atencao e se tivet alguma recomendacao a acatarei.
      Muito obrigado e sucesso.

      Excluir
  19. Olá, eu tive rompimento dos ligamentos do joelho esquerdo devido a um acidente. Não posso apoiar a perna e o médico me orientou a usar muletas para auxiliar na marcha. É correto utilizar apenas 1 muleta? Ao utilizar a muleta, eu tenho que colocar a perna lesionada juntamente com a muleta? Obrigado pela atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana,
      Obrigada pelo comentário.
      O correto é utilizar as duas muletas para que haja descarga de peso de forma igual, sem compensações. Em alguns casos, por exemplo, quando o paciente já está muito bem e até pode pisar no chão, mas ainda tem um pouco de medo pode-se usar uma muleta por pouco tempo apenas como "desmame" do dispositivo, mas isso não é o ideal.
      Para andar você deve inclinar levemente para frente e colocar suas muletas um pouco à frente do corpo (aproximadamente 30cm). Inicie o passo como se você fosse pisar com a perna lesada, mas desloque o peso para as muletas ao invés da perna lesada e termine o passo normalmente com sua perna não lesada. Parece difícil mas é uma questão de treino e confiança. Boa sorte.
      Espero ter ajudado a esclarecer sua dúvida. Qualquer coisa estou à disposição.

      Excluir
  20. BEATRIZ

    NUma cirurgia de tornozelo devido frastura bimaleolar , normalmente depois de quanto tempo já pode pisar com carga total ?

    ResponderExcluir
  21. oi, sofrir uma fratura de fibula e depois de 3 meses o meu exame de rx, ainda mostra a presença da fratura, o medico me autorizou usar somente uma muleta, so posso deixar de usar a muleta depois que a fratura desparecer por completo?

    ResponderExcluir
  22. Olá Bom dia! Gostaria de saber, se nesse blog tem alguma coisa referente a joelhos protéticos? Grata.

    ResponderExcluir
  23. Gostaria de saber da bengala de 03 pontas ou 04,qual a diferença p/uma de uma ponta.Qual a recomendada para um idoso de 96 anos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Rita,
      Obrigada pelo comentário no blog.
      Infelizmente para indicar o melhor auxiliar de marcha é necessário uma avaliação mais completa do quadro e do paciente.
      A diferença básica entre uma bengala de uma ponta e uma de 4 pontas é a estabilidade. A bengala de uma ponta é mais instável e dependendo do caso pode não ser indicada. A bengala de 4 pontas oferece maior estabilidade por ter uma base de apoio maior.
      Espero ter ajudado. Qualquer dúvida estou à disposição.
      Atenciosamente.

      Excluir
  24. Eu fiz uma cirurgia a 3 meses de uma fratura de acetabulo e foram colocadas proteses no mesmo e no femur...Depois de 1 mês por stress osseo por descarga de peso fraturou-se o sacro...Bem, estou na fase inicial da bengala de 4 pés....já passei pelo andador...Mas minha fisioterapeuta me manda usar a muleta no lado lesado...Eu tenho sentido muita dor no musculo superior da coxa...Será que é em função disto ??? Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite,
      Obrigada pelo comentário no blog.
      Infelizmente para te dar uma resposta correta seria necessário te avaliar, mas o correto da bengala, em qualquer caso, é que a bengala deve estar no lado contrário ao da lesão. Espero ter ajudado. Qualquer dúvida entre em contato. Boa reabilitação.
      Atenciosamente.

      Excluir
  25. eu tenho uma osteocondrite no tornozelo quase não aguento andar será que posso usar uma muleta canadense só de um lado pq é só o meu lado direito que doi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite,
      Obrigada pelo comentário no blog.
      Infelizmente para poder te indicar um auxiliar de marcha, seja uma bengala ou muleta, é necessário uma avaliação mais completa.
      Converse com seu médico ou fisioterapeuta para saber qual o melhor no seu caso.
      Espero ter ajudado. Qualquer dúvida estou à disposição.
      Atenciosamente.

      Excluir
  26. ola beatriz estou cursando o primeiro modulo de fisioterapia e minha professora de órteses me pediu para que apresentasse um seminário sobre o auxiliar de marcha andador... sera que você me dar algumas dicas de como fazer esse seminário... para que é indicado;quais marchas usadas... se você puder me ajudar agradeço muito.. parabéns pelo blog

    ResponderExcluir
  27. Olá Beatriz, parabéns pelo seu blog, foi uma benção achá-lo, bem completo e explicativo.
    Tenho 65 anos, fiz uma osteossíntese da patela esquerda, há um mês e meio. Como sou muito impaciente e sozinha, já venho de velho colocando o pé no chão, mas sem colocar muito peso. Ainda não estou fazendo fisioterapia, mas faço alguns exercícios que me passaram. Na última semana, tenho tido dores no punho esquerdo. Meu pé esquerdo tb começou a inchar. O que vc me sugere que eu deva fazer. Agradeço sua resposta. waldetesm@bol.com.br

    ResponderExcluir